way2themes

A ÚLTIMA

Do Rosário atribuído ao céu pintura guache natural. As calçadas foram reunião familiar, encontro fraternal, tomadas de "conversas jogadas fora", palco de resenhas esportivas.

Do passado restam as espessas paredes e a arquitetura quase centenária.

Início da Rua do Rosário, a partir da Praça Carlos Wilson.
Terça-feira, 25 de abril, vinte horas e trinta minutos, Beco do Limão, São Lourenço da Mata. Foto com flash.
Tenho em mãos o mais importante livro do ano: O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota, coletânea de artigos do filósofo Olavo de Carvalho, organizada pelo escritor Felipe Moura Brasil. Quem possui interesse pela vida intelectual não deve deixar de ler esse livro sob nenhuma hipótese. Como seria impossível comentar todas as preciosidades contidas em 600 páginas, atenho-me a um artigo publicado em 22 de julho de 2000: “Sem testemunhas”.

O artigo, na verdade, toma um fato simples, ocorrido na infância de Albert Schweitzer, e extrai daí consequências morais aplicáveis a qualquer existência humana. O pequeno Albert tinha 3 anos e brincava no jardim quando veio uma abelha e lhe picou o dedo. O menino começa a chorar; os pais e vizinhos vêm socorrê-lo. De repente, Albert percebe que a dor já passou e que está chorando só para atrair a atenção dos outros. Esse é um momento-chave para a vida intelectual de qualquer pessoa: o momento em que se descobre uma verdade que não pode ser testemunhada por mais ninguém – a não ser o indivíduo e Deus.

Depois vim a saber quem era Albert Schweitzer: teólogo, músico, médico, escritor, Nobel da Paz. O homem que deixou uma vida de fama e glória – era um dos mais importantes intérpretes de Bach no seu tempo – para construir um hospital filantrópico na África. Pois esse ser humano admirável sob todos os aspectos continuava a sentir vergonha daquelas lágrimas falsas, décadas depois de um acontecimento que só ele testemunhou!

Idiota é aquele indivíduo que não consegue encarar a verdade essencial sobre si mesmo e fica remoendo seus autoenganos e culpas até a morte. Enfraquecido pela mentira, ele acaba sendo alvo fácil para os movimentos ideológicos que envenenam o nosso tempo. O idiota vira idiota útil: é o que vemos se espalhar como epidemia no Brasil. Epidemia da idiotia.

No meu caso pessoal, posso dizer que a abelha teve três nomes: materialismo, ateísmo e comunismo. Apesar de ser o regime mais assassino que já existiu sobre a face da Terra, o comunismo sobrevive – sob as mais diferentes formas e disfarces, até mesmo ecológicos e religiosos – porque atende a um dos mais importantes anseios do homem: o sonho de fazer parte de algo maior, melhor e mais forte que a mera individualidade. Ora, esse algo maior e melhor a humanidade já conhece há dois mil anos: é o Cristo.

Para chegar a essa verdade simples, foi preciso que algumas pessoas, entre elas Olavo de Carvalho, me sacudissem com força, dizendo: “Ei, Paulo, pare de chorar!”




Paulo Briguet em http://www.olavodecarvalho.org/textos/130826briguetminimo.html
Terencio Camelo
Glaucia Oliveira

Cada ano, uma peça e a reestreia tem dia específico. O espetáculo dos parabéns!
Amanhã, 29 de abril, os atletas e irmãos Rildo e Rosilda Silva vão representar São Lourenço da Mata no Campeonato Pernambucano de Atletismo Adulto, a ser realizado no parque Santos Dumont, em Boa Viagem. 
Os melhores atletas disputando medalhas, índices e valas para competições nacionais e internacionais.
Informações e imagens - Guilherme Santiago.
O aluno repetente não estudou para a prova e tentando organizar um boicote à avaliação, mas não conseguindo adesão da maioria dos estudantes que desejam o teste, tranca a sala e a escola, impedindo a educação.


- Conseguimos a adesão do povo à paralisação!
- Mas você trancou a casa das pessoas!?
- Psiu! Fica na tua, oxe!













Ciclista democraticamente impedido de transitar e gentilmente solicitado que não exerça seu direito diante de público pacífico:




Não caia na esparrela da petralhada desgraçada de que o governo Temer está jogando a CLT no lixo e ferindo de morte os sacrossantos direitos trabalhistas enfiados nessa joça a partir do governo "Getulho" Vargas.

Os direitos trabalhistas são vistos como "direitos sociais" pela Constituição atual e esta mesma Constituição estabelece que os direitos sociais são encarados como "direitos fundamentais", os quais estão integrados no que ela classifica ser "cláusula pétrea", ou seja, NÃO PODEM SER SUPRIMIDOS OU MODIFICADOS PARA PIOR, mas apenas MELHORADOS OU ACRESCENTADOS.

A reforma trabalhista proposta por Temer limita a atuação do Judiciário trabalhista, porque os acordos individuais ou coletivos valerão como lei. É rotineiro vermos juízes modificando os acordos atuais para readequá-los à CLT. Isso vai acabar. Por outro lado, confere poder demasiado aos sindicatos, pois serão eles, na prática, que negociarão os acordos com os patrões. Felizmente, o imposto sindical passará a ser facultativo. Adeus dinheiro fácil, pelegada dos infernos!

Eu li algumas reportagens relacionadas ao tema e não vi nenhuma afronta aos direitos fundamentais dos trabalhadores. A legislação está apenas sendo modernizada dentro do contexto jurássico no qual ela vigorará. Em miúdos, a reforma trabalhista de Temer seria mais ou menos como ensinar um dinossauro a usar Smartphone.

O que mais importa mesmo é saber e repassar a informação de que férias, FGTS, 13º, hora extra e outras jabuticabas não serão extintas, primeiro, por covardia política e, segundo, por completa impossibilidade constitucional. Para que os direitos trabalhistas que hoje vigoram sejam extirpados, uma nova Constituição deveria ser fundada. Repasse essa informação para o lesado que fica caindo no histerismo da esquerda.

Lucas Secundum


Do Terça Livre