way2themes

Semântica - hipérbole:

Por: | 11:48 Deixe um comentário
Uma figura de estilo, também chamada de auxese, que apresenta exagero ou demasia propositada, forma dramática de falar algo, com isso aumentando fortemente algo real ou não. Em suma, a hipérbole é exagerar uma expressão.

Um bom (e mau) exemplo foi dado por Aldo Rebelo em relação às obras da Copa 2014. Em recente sabatina sobre a organização do evento esportivo, afirmou que toda noiva atrasa, mas jamais viu algum casamento ser cancelado em virtude de não se chegar na hora.

O ministro não só usou da hipérbole, mas também da metáfora. Bom, isso ficará para uma outra postagem. Sobre a forma "pedagógica" de explicar os atrasos, Aldo incorreu em algumas dificuldades que desafiam nossa inteligência mais simples:

Noiva que atrasa paga multa e no caso metafórico, a multa será paga não pelo governo central, mas pelas pessoas, uma vez que a promessa não é só do evento esportivo, há também da habitação, da mobilidade, transporte rodo-aviário, etc.

É uma "verdade científica" que toda noiva atrasa? Serão todas as brasileiras (jeitinho)? Internacionais (África, Alemanha...)? Ah, não! É só uma forma de colocar uma metafo, ops, hipérbole. Agora, é certo que Rebelo não é o maior nem o principal responsável no assunto.

O Brasil (governo Lula e Dilma) aceitou o desafio e garantiu que iria (irá) sair tudo certo, certo com o quê? Só não se pode utilizar do evento máximo futebolístico para copiar de alguma forma a Copa de 70, embora não acontecida no Brasil, propagada de forma ufanista e encobridora dos reais problemas nacionais. 

Em adição, em um texto redacional "enêmico", esta expressão não se admitiria, vinda como afirmação veemente do escritor. Afinal isso é uma generalização frasal, lugar-comum e tais seriam redutoras na nota do Exame Nacional.

0 comentários:

Postar um comentário