way2themes

Superfície no Planeta São Lourenço da Mata, Fôlego e foco majoritário:

Por: | 21:15 Deixe um comentário

Esperando as convenções para celebrar definitivamente a candidatura a prefeito(a) na Capital Nacional do Pau Brasil, partidos e postulantes estão por aí, nas ruas, redes sociais, nos fóruns de discussão dos bairros, por meios eletrônicos "dando as caras". Como isso tem parecido?

Não há proibição para que os tais estejam fazendo suas atividades corriqueiras e até os bate-papos cotidianos, presentes em eventos, caminhando com amigos, conhecidos. É certo que não estão fazendo campanha, não está no prazo e eles sabem da repreensão, impedimento para isso.

O quê tem chamado particular atenção é como se apresentam. Volto a escrever, não há proibição de estarem os pretendentes em qualquer situação ou lugar insuspeito e comum às pessoas. Rotineiramente constatando não há essa percepção quanto aos pleiteadores, a não ser alguns deles e em alguns momentos ressaltados nas redes sociais.

Para ser mais claro, frequentar uma festa, estar em um encontro político-partidário, participar das andanças e das esperanças populacionais é trabalho para muitos "quilômetros", pensamentos lançados por escrito e falados, além da construção real do planejamento da cidade.

Ainda espero constatar mais que poucas linhas de quem quer protagonizar a prefeitura de São Lourenço, o bom debate (não a fofoca ou a central de boatos que mais repelem que aproximam) e verdadeiramente algo que alguém da população tenha pedido e o futuro gestor tenha pensado sobre.

É certo que o comando futuro no Paço Municipal deva estar repleto de ótimas iniciativas pensantes e escritas, o que falta da maioria dos que querem, porque "empurrar bêbado ladeira abaixo" quase qualquer um faz. Quero ver mesmo impulsionar sóbrio ladeira acima.

Disparar frases soltas, por chavões a "três por quatro", deixar-se fotografar e grafar filosofia barata só tem adesão dos compadres partidários. Quem quer ser prefeito, deve ser da cidade, toda ela, não de um grupo, agremiação. Sim, sim, é por um partido ou coligação que se disputa, no entanto é disso para todas as pessoas no fim dos votos de outubro. 

Timidez? Despreparo? Preguiça de pensar? Falta de bons olheiros e conselhos? Qualquer um desses já é sinal de reprovação, ao menos, momentânea.




0 comentários:

Postar um comentário