way2themes

Venezuela que deu certo... Ao plano ideológico:

Por: | 18:32 Deixe um comentário
(E eu ainda lembro de um "fake" que, tentando argumentar neste blog, e sendo malsucedido devido à verdade quando a Venezuela, deu sua última contribuição com uma enormidade de palavrões. Quando faltam verdade, juízo e honestidade intelectual, o xingamento é seu recurso (canalha) final).

Bebês dormem em caixas de papelão em hospital da Venezuela
Imagens da falta de berços foram divulgadas pelo funcionário de um hospital da cidade de Barcelona, no Estado de Anzoátegui
Por Da redação

de Barcelona, no Estado de Anzoátegui
Por Da redação
access_time21 set 2016, 15h37
Mundo



Bebês dormem em caixas em hospital da Venezuela - 21-09-2016 (Twitter/Reprodução)

Em meio à severa crise econômica na Venezuela, imagens de recém-nascidos dormindo em caixas de papelão em um hospital do país causaram comoção nas redes sociais. As fotos foram divulgadas pela Mesa da Unidade Democrática (MUD), aliança de oposição ao presidente Nicolás Maduro, e teriam sido tiradas por um funcionário de um hospital em Barcelona, no Estado de Anzoátegui.

De acordo com o grupo opositor, o funcionário que fez as imagens estava revoltado com a falta de berços e estrutura médica precária no hospital. Em resposta, o diretor do Seguro Social venezuelano, Carlos Rotondaro, disse que irá abrir uma investigação para averiguar as denúncias.

Ver imagem no Twitter


Seguir

Antonio Barreto Sira @BarretoSira

Niños recién nacidos en cajas de cartón en Hospital Domingo Guzmán.¿Esto es lo que merecemos en Anzoátegui? #RR2016
18: 03 - 20 set 2016

Leia também:
Maduro: Entraremos pela janela se formos expulsos do MercosulMaduro renova decreto e mantém ‘superpoderes’ na Venezuela
Sem recursos, famílias abandonam cães de estimação na Venezuela

Diversos relatos sobre a falta de remédios nos hospitais do país têm vindo à tona nos últimos meses. Em maio, a morte de duas crianças por falta de medicamentos comoveu não só a Venezuela, como a comunidade internacional. Segundo o presidente da Federação Médica venezuelana, Douglas León, clínicas e hospitais estão operando com cerca de 5% dos materiais necessários.

Diante do difícil panorama, cerca de 13.000 médicos deixaram o país nos últimos anos. A Venezuela sofre com uma inflação galopante – a maior da América Latina –, acompanhada de uma crise produtiva, problemas de distribuição de artigos de necessidade básica e um mercado golpeado por medidas de restrição e regulamentação.

(Com ANSA)

- Se lhe não for feita justiça neste plano, há outro que o comunismo nega ou deturpa que, assim que o Maduro e todos quantos compartilham disso chegarem lá, não haverá escapatória.

0 comentários:

Postar um comentário