way2themes

"CNN corta laços com comentarista que vazou perguntas à campanha de Hillary… Mas segue em campanha":

Por: | 19:26 Deixe um comentário
Em outubro, "Clinton News Network" cortou sinal de republicano após menção a WikiLeaks

Por: Felipe Moura Brasil
Donna Brazile, a informante pró-Hillary
A CNN, emissora de TV cada vez mais conhecida nos Estados Unidos pelo apelido de “Clinton News Network”, finalmente demitiu, na prática, a comentarista Donna Brazile por ter vazado perguntas para a campanha de Hillary Clinton antes de eventos públicos da corrida presidencial dos Estados Unidos, incluindo debate.
“Estamos completamente desconfortáveis com o que soubemos sobre as interações dela com a campanha de Hillary enquanto era uma colaboradora da CNN”, disse a porta-voz da emissora, Lauren Pratapas, referindo-se ao conteúdo de e-mails que vieram à tona pelo site WikiLeaks.
É naturalmente desconfortável para a CNN quando à campanha que a emissora faz para Hillary se somam provas de vazamento de informação para a candidata do Partido Democrata.
O episódio mais bizarro da CNN em sua campanha pró-Hillary foi cortar o sinal do republicano Chris Collins em outubro, após ele mencionar ao vivo que os e-mails revelados pelo WikiLeaks mostram que Hillary tem duas caras: uma em público, outra em privado.
Obviamente, ninguém acreditou no teatro do âncora Chris Cuomo, que afetou lamentação quando a imagem de Collins saiu do ar.
Relembro alguns dos motivos, em vídeo deste blog que mostra o quão “isentos” são Cuomo e a CNN:
Felipe Moura Brasil

0 comentários:

Postar um comentário