way2themes

Superfície no Planeta São Lourenço da Mata - secretariado e a incapacidade de fingimento:

Por: | 15:01 Deixe um comentário
Nas relações amorosas mais íntimas, os casais que procuram dar reciprocamente o melhor de si de corpo e alma buscam a satisfação do parceiro. O clímax da conjunção se dá quando um, ou os dois atingem o orgasmo. Para o homem não é possível fingir que chegou a esse estado, o resultado é palpável e visível. Para a mulher não se pode saber com certeza, já que ela, capaz de ter dois tipos de plenitude desta ordem, os têm quase imperceptivelmente à cara-metade. Ela pode não ter conseguido e teatralizar que sim.

Não escrevo para criar problemas desnecessários, levantar polêmicas aos pares, apenas para argumentar exemplificando a respeito das atividades de secretarias que, à semelhança do que apontei ao homem acima, não conseguem esconder seu desempenho, esforço, capacidade.

A secretaria de Infraestrutura, planejamento e obras tem como responsabilidades a reforma, construção, reparo, limpeza, etc., da mudança notada em curto ou longo prazo na cidade. Mal ou bem feita você confirma nas ruas, praças, canais, onde quer que o braço governamental atenda uma solicitação comunitária, legislativa ou mesmo faça inciativa do Executivo.

Lembro-me da atuação quanto à equipe anterior à atual (até o fim do ano, término da gestão Gino Albanez) do secretário Tarcísio Cruz. Uma atividade "amarrada", muito burocrática dando a impressão de tarefas hercúleas e quando foi preparada uma transição com a Ingrid Kerhle, o remanejamento do que era oficial da pasta, Ivaldo Beltrão e a busca do Tarcísio, vindo de experiência exitosa em Pau d'alho azeitaram (de por óleo na engrenagem) a faina, tornando mais dinâmica as pequenas atividades e mais inteligíveis as mais demoradas.

Seja quem seja o secretário de infraestrutura na futura gestão Bruno Pereira, deverá ser no mínimo tão ágil e pronto em responder à altura o desafio de fazer ver e concretizar uma atividade melindrosa que o Tarcísio soube equilibrar no curto período.

Imagem: desbravando Pernambuco

0 comentários:

Postar um comentário