way2themes

Emancipação de São Lourenço da Mata, primeiros olhares - Origens:

Por: | 09:04 Deixe um comentário
Não conheço publicação via internet que abranja a série de postagens que o Generalidades está apresentando sobre São Lourenço. Se houver, que se apresente e some-se. Neste aspecto, quanto mais, melhor, mais rico e diversificado.

São primeiros olhares porque o quê tornou essa terra no que vemos hoje partiu desse início. São datas históricas em três dimensões: fora do Brasil, dentro de nosso país e por fim, no município.

(Pedro Álvares Cabral (1467-1520).
1554 - no mundo, Filipe II, da Espanha, se casa com Maria I, da Inglaterra. Ambroise Paré recebe o título de Doutor em cirurgia pela Faculdade de Medicina de Paris.
No Brasil-colônia, a atuação dos portugueses através da religião e ocupação na nova terra tem repercussão em São Paulo, na fundação do Colégio de Piratininga, embrião da cidade e estado de São Paulo. Seus iniciadores foram os padres José de Anchieta e Manoel da Nóbrega. Ensino religioso e escolar formavam os nativos e portugueses.  
Em São Lourenço da Mata, chamada povoação de Muribara e pertencente à Olinda, a constituição humana era de indígenas tupinambás, que habitavam as áreas ribeirinhas e foram ferozmente opositores aos portugueses, estes auxiliados pelos filhos de Duarte Coelho, donatário da Capitania, fazendo com que fossem batidos os nativos e os colonos distribuídos pela proposta das Sesmarias. A unidade do povoamento a partir daí foi dada pelo trabalho jesuítico e comércio de Pau Brasil, a madeira levada em parte da viagem em carro de boi até o Rio Capibaribe e do rio até a localidade de Santana, Recife. O Pau Brasil foi um incentivo ao povoamento.

1621 no mundo, nos EUA, colonos britânicos assinam acordo de paz com os indígenas, em Plymouth. Os holandeses fundaram A Companhia da Índias Ocidentais.
No Brasil-colônia, com a morte do rei Dom Sebastião, este sem parentes ao trono, a não ser Filipe II, Portugal fica sob domínio espanhol e isso dá impulso às invasões holandesas por aqui, já que o comércio de matérias-primas ficou proibido à Holanda.

("Batalha de Guararapes", de Vitor Meirelles de Lima.)
Em São Lourenço da Mata, livros-razão do Estado do Brasil já citavam a freguesia do município com menções importantes das paróquias (espécie de registro) e a construção de Engenhos. A primeira construção religiosa em homenagem ao santo é dessa época, onde está a igreja matriz na atualidade. Esta, em estilo Barroco e detalhes do Renascimento espanhol, representa bem as ideias da época, a historicidade através dos objetos, estrutura e detalhes.
É preciso registrar também a ocupação holandesa, em 1635, gerando conflitos, saques e combates de guerrilha entre as tropas flamengas, sob o comando de Sigismundo Von Sckoppe e as companhias do Capitão Francisco Rabelinho, Estevão Alves, Diogo Rodrigues, Luiz barbalho, João Babilã, Antônio Gomes, Afonso de Albuquerque entre outros notáveis combatentes. 
(Abaixo: Dom Luís de Vasconcelos, vice-rei do Brasil. Óleo de Leandro Joaquim.)

1775 no mundo, Estados Unidos inicia a Guerra pela independência. Estreia da ópera, O Barbeiro de Sevilha, de Beaumarchais..
No Brasil-colônia, o Estado do Maranhão volta a integrar-se ao Vice-Reino do Brasil, com capital no Rio de Janeiro. 
Em São Lourenço da Mata, um alvará, no dia treze de outubro dá o status de Distrito (na atualidade, Matriz da Luz é um Distrito de São Lourenço), tendo divisão territorial semelhante à que temos hoje por volta de 1833, sendo uma parte do todo municipal dividido em subordinação a Pau D'alho e Recife.

1884 no mundo, a caneta-tinteiro é patenteada por Lewis Waterman, em Nova Iorque.
No Brasil-império, explode A Questão Militar, uma crise política que gerou conflitos entre o Exército e a Monarquia.
Em São Lourenço da Mata, a elevação à Vila aconteceu neste ano, quando o nome por completo, sabido em tempos atuais foi conferido por lei provincial. As freguesias de Nossa Senhora da Luz e São Lourenço da Mata foram desmembradas das comarcas de Pau D'alho e Recife.

(Brasão de São Lourenço da Mata)
1890 no mundo, o austríaco Nikola Tesla descobre os raios X.
No Brasil-república, o astrônomo Luís Cruls, de origem belga, demarca a área que é hoje o Planalto Central. 
Em São Lourenço da Mata, finalmente em 10 de janeiro (data que estamos homenageando na série de postagens), a instalação do município tem acontecimento e nesta semana são 127 anos desde então.

(Mapa de São Lourenço da Mata)
Cento e vinte e sete anos depois de município, suas ruas preenchem-se de pessoas ora apressadas, ora não, olhando, pechinchando, carregando compras; vendedores no último esforço do dia procuram convencer sobre o produto; veículos coletivos, escolares, de empresas circulam em horários variados; vizinhos trocam palavras nas calçadas, enquanto encontram-se na rua; fiéis escutam programas religiosos, outros vão até os templos para as orações coletivas; taxistas discutem a política local e os lados majoritários, feirantes gritam para atrair a atenção dos fregueses, enfim, alguma semelhança ao passado nessas atitudes, atividades. 

Hino de São Lourenço da Mata

Estribilho
São Lourenço não temeu
O terror de Valeriano,
E todo povo que é seu
Não teme nenhum tirano...

São Lourenço o teu povo, o teu nome
Cada dia mais crescem na história,
A ferrugem do mal não consome
Teu valor, teu poder, tua glória.
São Lourenço da Mata, és amado
Dos teus filhos queridos de Deus
Quis o céu te fazer elevado
Por ficares mais perto dos céus.

Município que Deus abençoa:
Nos teus cimos o sol luz primeiro,
Tua vida será longa e boa
Sob as bençãos do teu padroeiro.

Os teus campos adornam ridentes
Com riquezas do solo feraz,
Tuas várzeas de canas videntes
Apendoam bandeiras da paz...
Povo forte, feliz, decidido,
Que os poderes sagrados invocas
São Lourenço te fez destemido,
O maior dos heróis da Tabocas.

Os teus feitos te fazem crescer,
Tuas preces te fazem viril;
Tens a Glória infinita de ser

Um pedaço imortal do Brasil.

(Bandeira do Município)

Os primeiros habitantes se orgulhariam do que é a cidade hoje?

Fontes: História de São Lourenço da Mata, edição revista e aumentada;
Brasil Imperial.

Créditos da Imagens:
Fundaj;
Wikipedia;
Google Maps;
Admtec;
Livreto Guia;
Brasil Imperial.

0 comentários:

Postar um comentário