way2themes

"Imprensa se combate com imprensa". Para início de conversa:

Por: | 18:54 Deixe um comentário
Eis mais uma metalinguagem comunicativa. 
Ainda na época do Brasil Império, Pedro II, imperador, representante do poder moderador (que poderia anular quaisquer outras ações dos três poderes), profundo admirador do conhecimento e, deste, entendeu a liberdade de imprensa, proferiu a frase-título do post.
O jornalismo da época não diferia muito da atualidade: havia publicações difamatórias, cuja missão era depreciar Sua Majestade, chegando ao baixíssimo expediente da ridicularização gratuita. Repare no detalhe abaixo, retirado de fontes históricas:


"A imprensa era livre tanto para pregar o ideal republicano quanto para falar mal do nosso Imperador. "Diplomatas europeus e outros observadores estranhavam a liberdade dos jornais brasileiros" conta o historiador José Murilo de Carvalho. "Schreiner, ministro da Áustria, afirmou que o Imperador era atacado pessoalmente na imprensa de modo que 'causaria ao autor de tais artigos, em toda a Europa, até mesmo na Inglaterra, onde se tolera uma dose bastante forte de liberdade, um processo de alta traição'." Mesmo diante desses ataques, D. Pedro II se colocava contra a censura. "Imprensa se combate com imprensa", dizia.".

Se tiver mais curiosidade, pesquise um pouco mais da fonte e ficará surpreso o quanto se tem aprendido de maneira desonesta sobre o assunto, desde tempos anteriores.

Volto. A quantidade de publicadores incautos e desonestos, quando reproduzem as notícias falsas, enviesadas, plenas de interesseiros motivos saturam as redes sociais, assim como de forma escrita e mesmo televisiva. O remédio para isso é feito com mais de um composto, Pedro II sabia disso e falou com propriedade.

Esse combate começa por aí e continua com o leitor que, sendo honesto consigo e com os demais, passa a não mais creditar o periódico vilão, além de notá-lo para que outros não incorram neste. Por outro lado, sabendo dos que noticiam honestamente, a sugestão desses é um dever. Aviso o primeiro e faço o segundo.

0 comentários:

Postar um comentário