way2themes

Um caminho aos vereadores de São Lourenço da Mata - Postura, palavra e projeto:

Por: | 16:19 Deixe um comentário
Após três sessões...
Três pês. Se simples, se não, são as prerrogativas do parlamentar na Casa Jair Pereira, de pé, na tribuna, ou sentado, junto aos demais pares. Saber falar, coordenar ideias, ter início-meio-fim no discurso e dirigir-se ao parlatório a fim de defender os requerimentos, impedimentos, vistas, etc., ou já deve ter sido evidenciado ou já "se tocado" a respeito.


Quando militar, fazíamos exercícios de sentar e levantar, mais como uma punição ou teste para ver nossos reflexos. Os superiores diziam: "Sentado / de pé, um, dois!" e nós respondíamos, além de realizar a ordem gritando: "três, quatro!". Essa não pode ser a única atividade dos vereadores emudecidos ou por vergonha ou incapacidade para falar. Volto a lembrar, são vereadores! 
Para resolver isso há fonoaudiólogos e orientadores de oratória, cursos e preparadores, o campo vasto e disponível está aí.


Não se admite (mais) provincianismo na Casa, não é mais possível que um legislador (é para isso que o vereador foi eleito, com ou sem piada-pronta) não desenvolva, aperfeiçoe, habilidades do ofício, permanecendo quase o mesmo desde o período que entrou e, cabe aqui a sugestão, de tantos parlamentares experientes que já passaram e que permanecem na Câmara, é momento de irmanar-se, ao menos nisso, ouvir experiências, aprender com elas. O presidente pode proporcionar o direito-dever aos neófitos.


A meta de X requerimentos por sessão atende às necessidades da comunidade citadina, pensando em educação, saúde, infraestrutura, etc., sendo detalhados e justificados - se for assim, eles são explicados melhor, mas, edil que não apresenta projetos de lei em algum momento de seu mandato, corre o risco de ser apenas um "pedinte" (entre aspas, porque não quero dar a conotação de alguém pobre, mas apenas solicitante). 


Situação versus Oposição - a salutar diferença já apresentou resultados, quando o contraditório é apontado e quem é contrariado precisa demonstrar competência e tato para apontar o avesso do avesso, inclusive deixando claro quem é quem, porque entre a oposição já ficou evidenciado, mas quem é o líder da situação? Cuidado para quem se escolhe na eminente posição, pois o preparo / despreparo desse vai ser perceptível ou na capacidade intelectual ou atitude medíocre.

Como em outras vezes, aproveite o texto, é de alguém que quer ver o melhor, não o qualquer coisa em importante espaço democrático.

0 comentários:

Postar um comentário