way2themes

Debate escola sem partido, porque a hegemônica cultura do momento não o quer:

Por: | 12:17 Deixe um comentário
1. O sociólogo não consegue concluir um raciocínio sem o atrapalho da professora, faz parte do jogo de quem não quer a pluralidade de ideias;
2. Momento vergonhoso (se há) para a debatedora: entre 24:50 e 25:11.



"A Professora Lisete Arelaro durante todo o debate ela usou a tática de interromper todo o raciocínio do nobre Sociólogo Thiago Cortês, um dos lideres do movimento Escola Sem Partido
Fez comparações totalmente mentirosas para o colocar contra a audiência, e foi massacrada mesmo o interrompendo e tendo o aval da mediadora Mônica Waldvogel pra que o debate não possa ser mais produtivo e interrompido pela mesma

De fato a lei restringiria professores de doutrinar seus alunos com ideologias que não promovem o pluralismo e preza pela neutralidade do ensino, por descontentamento da sociedade

Pra qualquer aluno de colégio publico (ou até mesmo particular coisa que é excludente ao projeto) é evidente uma doutrinação de extrema-esquerda".

0 comentários:

Postar um comentário