way2themes

E lá vamos nós, novamente!

Por: | 10:26 Deixe um comentário
Porque enquanto há quem faça macaqueação, é preciso fazer esclarecimento, a fim de que poucos (ou nenhum) caiam  na conversa alienatória, neste caso, risco à saúde mental, civilizacional.

Entenda de uma vez por todas que:
 A palavra gênero não é sinônimo de sexo
• Identidade de gênero não passa de um clichê
• Só existem dois sexos: masculino e feminino
• Cirurgia motivada por orientação sexual não faz ninguém mudar de sexo
• Não existe mudança de sexo
• O islamismo não é uma religião de paz
• O islamismo não é uma religião somente
• Muçulmanos não formam um único grupo étnico
• Ser contra o islã, portanto, não é ser racista
• Ser contra o islã é defender o direito de viver em uma civilização distinta daquela preconizada pelo islã
• A verdadeira opressão é a sharia, o código civil da submissão ao islã
• Na civilização ocidental judaico-cristã, a vida da mulher vale mais que a vida do homem
• No mundo muçulmano, a vida da mulher não tem valor algum
• Pessoas negras, pardas ou morenas também podem ser racistas
• Preferência pessoal por certo biotipo não faz de você um racista
• A escravidão não foi invenção dos homens brancos
• O abolicionismo foi invenção dos homens brancos e cristãos
• Quem inventou o tráfico de escravos e ainda o pratica foram os muçulmanos
• O racismo reverso é apenas racismo, estimulado pela esquerda, que é racista
• A esquerda é racista e elitista por sua própria natureza
• Não existe dívida histórica
• A palavra diversidade é eufemismo para corrosão civilizacional interna
• Pois em uma mesma sociedade, só pode haver uma única civilização
• Portanto, o multiculturalismo é uma falácia ou armadilha, ou ambos
• Ser contra o multiculturalismo não te torna xenófobo ou extremista
• Ser contra o multiculturalismo é defender sua civilização da extinção

Do Crítica Nacional

0 comentários:

Postar um comentário