way2themes

A compreensão textual em declínio não é por acaso:

Por: | 22:08 Deixe um comentário
"Quem pula compreensão de texto na ânsia de atacar o que imagina ser a psique do autor só expõe a própria ansiedade de afetar-se superior".
Filipe Moura Brasil.

"No Brasil, ninguém lê o que um autor escreveu, mas o que se imagina que ele quis escrever".
Cláudio de Moura e Castro.

"Cada analfabeto funcional que encontrei nesta vida imaginava ser o dr. Freud em pessoa".
Olavo de Carvalho.

Uma leitura vai além de juntar letras e saber lê-las bem. Quem domina, desenvolve a compreensão textual não só pode notar as nuances da língua, do discurso, como também consegue usar com precisão e discernimento uma resposta ou qualquer proposição.

"Estamos apenas conversando. O negócio é se entender", alguém dirá de maneira descomprometida. Daí a sucessão de não entendi, o quê você quis dizer, como, em nada, nada comparam-se a um entendimento firme. Tendo a capacidade da melhoria, não apurar é prova de desprezo por algo importantíssimo.

Então, circular quase sem fim em volta de um áudio, repisar um assunto em redes sociais, como o whatsapp, por exemplo, pressuposto de velocidade na troca de mensagens, transformam uma opinião em lá e cá beligerante. Desta forma, posar de superior sem ter analisado a tecitura de um escrito, imaginar algo além (não implícito) do que foi colocado e dar narrativa enviesada só confirmam o diminuição da habilidade de leitura, quando não, desonestidade da grossa.

Em resumo:

Decodificar - símbolos, letras, língua.
Compreender - ele falou isso, não outra coisa que minha vã cabecinha supõe.
Interpretar - ela quer dizer que não gosto é... Não gosto.
Reter - tema e tópicos ou ainda, uma ampliação.

Com o tipo de ensino proveniente das universidades mais interessadas em alienar ideologicamente que firmar as letras, que privilegia mais discutir debalde, sem entender o que se discute, escaladamente, temos multiplicado o número de pessoas estando na educação, mas não se apropriando, apreendendo, ou como na crítica feita à justiça atual - prende e solta.

0 comentários:

Postar um comentário