way2themes

Ainda sobre o aiatolá Araki:

Por: | 15:03 Deixe um comentário
O aiatolá iraniano Moshen Araki, que está em São Paulo, é uma das mais importantes figuras da jihad islâmica ora em andamento, e que se prepara para invadir o Brasil.
Seu PRINCIPAL foco de atuação consiste em UNIR FORTEMENTE as duas principais vertentes islâmicas, a shiita  e a sunita, no objetivo jihadista.
Como eu creio já ter dito, a despeito da histórica, feroz e  sangrenta disputa entre essas duas vertentes, DIANTE do ocidente - considerado o INIMIGO COMUM - ambas atuam em convergência, mas nem sempre isto ocorre sem percalços.
E a FUNÇÃO deste específico aiatolá é justamente MINIMIZAR, e se possível ANULAR, esses "percalços", fazendo com que a tal convergência se efetue com a máxima eficácia.
Enfatizo que ele EXECUTA a sua FUNÇÃO de "unir o Islam num propósito COMUM", que é a JIHAD ISLÂMICA CONTRA O OCIDENTE, com grande perícia, incluindo grupos como o TALIBAN e financiando e provendo ARMAS, MUNIÇÃO e TREINAMENTO para ações terroristas inclusive DENTRO de Estados islâmicos como o Afeganistão - no qual o Taliban é responsável pela grande INSTABILIDADE POLÍTICA lá existente.
O referido aiatolá coordena essas ações a partir de cidades iranianas situadas perto da fronteira com o Afeganistão, nas quais esses terroristas são abrigados, armados e treinados, e   depois enviados de volta ao Afeganistão  para executar as ações terroristas.
EM SUMA, o que eu estou querendo dizer é que esse sujeito é um LÍDER TERRORISTA ALTAMENTE PERIGOSO, e o MERO FATO dele ter entrado aqui é SUGESTIVÍSSIMO do planejamento de atividades bélicas de grande importância.
Esse camarada NÃO VEIO AQUI pra "falar de Maomé" P... NENHUMA: veio pra montar as BASES para ações CONCRETAS.
É URGENTE SABER quem foi que TROUXE esse bagaça PRA CÁ, assim na maior CARA-DE-PAU.
O Brasil infelizmente é terra de ignorantes e de gente palerma, PESSIMAMENTE informada, e que possivelmente NÃO SABE quem é esse sujeito e desconhece inteiramente a sua biografia.

Texto de Priscila Garcia.

0 comentários:

Postar um comentário