way2themes

Para o SLM na Política - We are the robots:

Por: | 18:09 Deixe um comentário
A frase repetida pelo grupo alemão Kraftwerk, na canção The robots, datada de 1977. O vídeo eu deixo abaixo para que você conheça a banda e a música.
We are the robots - nós somos os robôs. O enunciado, acompanhado de outros, com arranjos eletrônicos (eles foram pioneiros no estilo) e vozes metalizadas transformou o clipe em um diferencial na época. A simulação dos componentes como autômatos ou manequins era a sensação e por ser chamativo, foi reproduzida em outras faixas. Reforçando o ponto - si-mu-la-ção, eles sabiam o que estavam fazendo e a encenação terminava assim que o show findava. 

Há momentos que a ladainha dá uma canseira (imagino que você concorde): Ah! É do lado A! Ah! É do lado B! E se não for de nenhum deles, é, do mesmo jeito! A coisa é séria, acredita-se veementemente, é coisa ensinada (fora os que fazem propositadamente, como recurso para tachar ou evidenciar negativamente alguém), um ensino limitado e nocivo.

Não se está tentando com este texto apresentar terceira, quarta via; é mais um chamamento a não reproduzir uma narrativa que hora está em uma, ora em outra cor e só. Aos incapazes de escrever ou falar algo além, resta o We're functioning automatic (Nós funcionamos automaticamente), And we are dancing mechanic (e nós dançamos mecanicamente).

Na cidade, entre os que se opõem, se atraem e se manifestam, é claro, constatam-se poucos bem-sucedidos (ainda bem que há) em posicionar-se, sim, a vida na cidade deve ser de escolhas (torcendo sempre pelas melhores), e avaliar com franqueza e sensatez a fuzarca grafo-vocal-eletrônica.

Finalmente, o escrito visa também solidarizar com os que agem e pensam fora de uma bolha, ou de um cercadinho - você não está sozinho. 



Imagem - Music - mxdwn.com

0 comentários:

Postar um comentário