way2themes

Generalidades Notícias, número 47:

Por: | 4/18/2018 07:23:00 AM Deixe um comentário
Mundo
Rússia ataca EUA na ONU por situação na cidade síria de Al Raqqa
A Rússia criticou os Estados Unidos nesta terça-feira durante reunião do Conselho de Segurança da ONU devido à situação na cidade síria de Al Raqqa, libertada no ano passado das mãos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) por uma coalizão de milícias curdas que tem o apoio dos americanos.

"Al Raqqa está em ruínas. Literalmente, não há um único edifício de pé. Sob os escombros estão milhares de corpos", denunciou o embaixador russo na ONU, Vasyl Nebenzia, durante a reunião, convocada a pedido do Kremlin para discutir a situação na cidade.

Nebenzia disse que a coalizão apoiada pelos EUA expulsou o EI de Al Raqqa há mais de seis meses com uma "dura" campanha de bombardeios, ocupando territorialmente a região.

Desde então, segundo o embaixador russo, a reconstrução de Al Raqqa não avançou e a população local enfrenta grandes riscos.

"A única solução eficaz é restabelecer as estruturas do Estado na cidade", defendeu Nebenzia.

Os EUA responderam que as operações contra o EI ocorreram dentro das regras internacionais, buscando sempre minimizar as mortes de civis. E acusou o presidente da Síria, Bashar al Assad, e seus aliados, entre eles a Rússia, de combater grupos opositores do regime, não as organizações terroristas.

A representante americana na reunião, Kelley Currie, também afirmou que o governo da Síria está dificultando a chegada de ajuda humanitária a Al Raqqa. Para ela, a reunião de hoje é parte da campanha para tirar de foco as atrocidades cometidas por Al Assad.

Os dois países também voltaram a trocar acusações sobre os últimos eventos na Síria. Nebenzia reafirmou que os ataques lançados por EUA, França e Reino Unido contra posições na Síria, em resposta a um suposto ataque químico ordenado por Al Assad, complicam uma possível negociação de paz.


Trump afirma que as Coreias têm sua "bênção" para fechar acordo de paz
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira que as duas Coreias têm sua "bênção" para alcançar um acordo e pôr fim à guerra que travaram entre 1950 e 1953, e que terminou com um armistício nunca substituído por um tratado de paz definitivo.

Trump fez essas declarações antes de reunir-se com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, no seu clube privado de Mar-a-Lago, em Palm Beach (Flórida), e pouco antes do encontro de 27 de abril entre o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

"A Coreia do Sul vai se reunir, tem planos de se reunir com a Coreia do Norte para ver se podem pôr fim à guerra e têm a minha bênção para isso", declarou Trump.

O próprio Trump se reunirá com Kim "no início de junho ou antes disso, assumindo que tudo corra bem", segundo disse hoje o presidente americano.

Trump deve abordar o diálogo com a Coreia do Norte em reunião com Abe, a quem considerou "um perfeito cavalheiro" pouco antes da reunião em mensagem pelo Twitter.

O protagonismo assumido por Seul e Pequim nos contatos prévios às cúpulas com a Coreia do Norte deixou Tóquio em segundo plano, onde o governo de Abe sempre se mostrou cético a respeito do diálogo com Pyongyang.

Nesse aspecto, o premiê japonês pedirá ao presidente americano que aborde com Kim o assunto dos japoneses sequestrados pela Coreia do Norte e a cessação de todos seus testes de mísseis.

"Quero confirmar que se manterá a máxima pressão sobre a Coreia do Norte para conseguir a destruição completa, verificável e irreversível do seu arsenal nuclear e balístico", destacou Abe em entrevista à imprensa antes de partir aos Estados Unidos.

Sobre a mesa também estará o giro protecionista da Casa Branca, que planeja impor tarifas sobre as importações de aço e alumínio a vários países, entre eles o Japão.

Segundo disseram hoje funcionários americanos, o governo de Trump está considerando a possibilidade de fazer concessões ao Japão e inclui-lo entre os países isentos dessas tarifas.


Brasil
Lula tem roupas e passaporte furtados em Curitiba
Assessor do ex-presidente teve o carro arrombado no centro da capital paranaense

Um assessor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve o carro furtado na madrugada desta terça-feira 17, na Alameda Julia da Costa, no bairro São Francisco, região central de Curitiba. No furto foram levados o passaporte do ex-presidente e roupas que seriam de Lula, além de um talão de cheques e objetos pessoais do assessor.

Segundo a polícia, o assessor deixou o veículo, um Ford Ka Sedan, estacionado na rua para participar de uma reunião em um flat. Quando retornou para pegar o carro, percebeu que este havia sido arrombado.

A Secretaria de Segurança Pública divulgou uma nota sobre o ocorrido: “O Departamento da Polícia Civil do Paraná informa que foi registrado um Boletim de Ocorrência pela Polícia Militar relatando um furto ao veículo, no bairro São Francisco, que seria de um assessor do ex-presidente Lula. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba.”

O assessor seria um militar responsável pela segurança do petista. Como ex-presidente, Lula tem direito a oito assessores, sendo quatro seguranças.

STF decide tornar Aécio Neves réu por corrupção e obstrução de Justiça
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) será julgado por corrupção e obstrução de Justiça, segundo decidiu nesta terça-feira a maioria dos ministros da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

As denúncias de corrupção apresentadas pelo Ministério Público contra o tucano foram aceitas por unanimidade. Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Rosa Weber e Alexandre de Moraes acompanharam o voto do relator do processo, o ministro Marco Aurélio Mello.

Por sua vez, as acusações de obstrução de Justiça foram rejeitadas por Moraes, mas acabaram sendo aceitas também pelo placar de 4 a 1.

As acusações surgiram da delação do empresário Joesley Batista, um dos donos da J&F, que afirmou que Aécio exigiu R$ 2 milhões em troca de apoiar projetos legislativos que favoreceriam os negócios da empresa.

Batista entregou, entre outros documentos, gravações nas quais Aécio aparece pedindo abertamente o dinheiro e inclusive negocia a forma como seria entregado.

O senador admitiu parcialmente o conteúdo do áudio, mas disse que foi editado e garante que, na realidade, tinha pedido ao empresário um "empréstimo pessoal", algo que o Ministério Público desqualificou e considerou como "desafio à sensatez".



Pernambuco
Perseguição policial termina em capotamento na Zona Norte do Recife
Capotamento do veículo ocorreu por volta das 23h desta terça em avenida de Nova Descoberta, na Zona Norte da capital pernambucana

Uma perseguição policial na noite desta terça-feira (18) no Recife terminou com o capotamento de um carro por volta das 23h na Zona Norte da capital pernambucana.

Dois veículos se envolveram no acidente na avenida Vereador Otacílio Azevedo, no bairro de Nova Descoberta. O carro que capotou subiu na calçada de uma residência. Segundo informações da Polícia Militar de Pernambuco, o veículo envolvido no capotamento era o dos suspeitos.

Os envolvidos foram encaminhados à Central de Flagrantes, em Campo Grande, também na Zona Norte. Ainda não há informações sobre a quantidade de vítimas nem o estado de saúde delas.

Surfe: WSL cancela etapa de Margaret River devido a incidentes com tubarões
Em nota divulgada na noite desta terça-feira (17), a WSL comunicou o cancelamento da etapa com a motivação sendo a "segurança dos atletas"

Depois de vários adiamentos nas baterias iniciais, a World Surf League decidiu por cancelar a etapa de Margaret River da Liga Mundial de Surfe. De acordo com comunicado da entidade, os incidentes com tubarões próximos à praia australiana foram a grande causa.

Em nota divulgada na noite desta terça-feira (17), a WSL comunicou o cancelamento da etapa com a motivação sendo a "segurança dos atletas".

"Hoje, a WSL tomou uma difícil decisão de cancelar o restante do Margaret River Pro, como resultado de circuinstâncias excepcionais que aconteceram perto do evento deste ano sobre tubarões e a segurança de nossos atletas. A decisão foi tomada após muitas horas de consulta com uma grande variedade de especialistas", dizia a nota da WSL.

A disputa feminina foi interrompida nas semifinais, já sem a presença da brasileira Silvana Lima, que perdeu na estreia e na repescagem do Round 2. Já o evento masculino entraria no Round 3, com oito brasileiros vivos na disputa

Na última semana, o surfista brasileiro Gabriel Medina havia alertado sobre a possível presença de tubarões na área. Medina e os demais atletas que integram a elite masculina e feminina da WSL estão na Austrália há mais de um mês. Já disputaram duas etapas no país, Snapper Rocks e Bells Beach, a segunda, inclusive, vencida pelo potiguar Italo Ferreira.

A etapa de Margaret River valia tanto nos tours masculino e feminino. O próximo evento da Liga Mundial de Surfe, no masculino, será o Oi Rio Pro, em Saquarema, entre os dias 11 e 20 de maio.


Com EFE, Folhape e Veja.

0 comentários:

Postar um comentário