way2themes

Claudia Wild - Um filme repetido:

Por: | 5/03/2018 02:24:00 PM Deixe um comentário
Um fato previsível desencadeou um enorme debate inútil na Alemanha.

Na última segunda-feira, na cidade de Ellwangen, no estado de Baden-Württemberg, três viaturas policiais com uma equipe composta por sete policiais, em cumprimento a um mandado judicial, foram buscar um refugiado do Togo, de 23 anos, que deveria ser deportado.

Era por volta das sete da manhã e o africano encontrava-se em um alojamento público. Eis que quando o rapaz foi colocado na viatura, uma turba de mais ou menos 200 cumpañeros africanos apareceu para “resgatar” o indefeso pobrezinho. Assim, de forma violenta, preparados para atacar e gritando palavras de ordem, os africanos cercaram os policiais, quase virando suas viaturas. Os policiais atônitos e em franca desvantagem numérica nada fizeram, a não ser, enfiar o rabo entre as pernas e voltar sem cumprir a ordem judicial para a deportação do pobrezinho.

O procurado africano sumiu da área e uma enorme operação policial foi montada dois dias depois. Desta vez, com mais de QUINZE ônibus e dezenas de policiais para levar o mancebo. Lograram êxito! Prenderam 23 africanos - inclusive o togolês e transferiram uma dúzia de líderes do movimento do “Fica, Africano”. Fofo demais!

A Alemanha está discutindo o que fazer quando os ‘hóspedes de Merkel ' se recusarem a deixar o país, após a negativa dos seus pedidos de asilo. Discutem se devem mudar a lei, para que os ingratos violentos que atacam a polícia e provocam inúmeros danos materiais, devem ou não perder liminarmente o direito a um eventual asilo. A esquerda é contra, óbvio. E como ela tem o país na mão, nada acontecerá a estas pobres vítimas do malvado colonialismo europeu - aquele que arrasou a evoluída civilização africana. Trata-se, portanto, de mais uma dívida histórica a ser paga pelo contribuinte alemão.

Quando o africano foi ouvido, o pobrezinho declarou que “não entende como podem deportá-lo, pois foi convidado e a Alemanha falou que eles (africanos) seriam bem-vindos”. Ele está coberto de razão. Sabem como é...'Defunto, quando vê cacunda, balança'. A culpa não é dele, mas da caterva merkeliana que convidou a África e o Oriente Médio para morarem confortavelmente no país - sem precisarem trabalhar - e com tudo pago. Os políticos estão em pânico, pois não esperavam uma reação tão incivilizada por parte de pessoas que gentilmente receberam no país e com quem gastam milhões de euros mensalmente. É mesmo? Que coisa!

A Alemanha possui 250 mil policiais e já recebeu mais de 2,3 milhões de ‘hóspedes’, que em 90% dos casos não trabalham, estudam ou promovem algo em prol do desenvolvimento do país. Sendo que, mais de 85% deles são homens fortes, saudáveis e em idade militar. Homens que agora estão sendo amparados e profissionalmente assessorados por ONGs diversas, Antifas e organizações ligadas à extrema-esquerda - que já deixaram claro para a patota que “ilegais não existem e que o asilo constitui um direito de todos”.

O melhor: continuam aceitando milhares destes exemplares mensalmente. Ou seja, a festa nem começou. E sabem como é ...“Direito” é direito! Já viram o filme?

A esquerda é a maior desventura da humanidade.

As fotos são da segunda operação, que deve ter custado milhares de euros.

0 comentários:

Postar um comentário